25 janeiro 2010


Entrevista com lúcifer

(Texto interessante, de autor desconhecido, que circula pela internet)

QUEM O CRIOU?
lúcifer: Fui criado pelo próprio Deus, bem antes da existência do homem. (Ezequiel 28:15)

COMO VOCÊ ERA QUANDO FOI CRIADO?
lúcifer : Vim à existência já na forma adulta e, como Adão, não tive infância. Eu era um símbolo de perfeição, cheio de sabedoria e formosura e minhas vestes foram preparadas com pedras preciosas. (Ezequiel 28:12,13)

ONDE VOCÊ MORAVA?
lúcifer: No Jardim do Éden, e caminhava no brilho das pedras preciosas do monte Santo de Deus. (Ezequiel 28:13)

QUAL ERA SUA FUNÇÃO NO REINO DE DEUS?
lúcifer: Como querubim da guarda, ungido e estabelecido por Deus, minha função era guardar a Glória de Deus e conduzir os louvores dos anjos. Um terço deles estava sob o meu comando. (Ezequiel 28:14; Apocalipse 12:4)

ALGUMA COISA FALTAVA A VOCÊ?
lúcifer: (reflexivo, diminuiu o tom de voz) Não, nada. (Ezequiel 28:13)

O QUE ACONTECEU QUE O AFASTOU DA FUNÇÃO DE MAIOR HONRA QUE UM SER VIVO PODERIA TER?
lúcifer: Isso não aconteceu de repente. Um dia, eu me vi nas pedras (como espelho) e percebi que sobrepujava os outros anjos (talvez não a Miguel ou Gabriel) em beleza, força e inteligência. Comecei, então, a pensar como seria ser adorado como deus e passei a desejar isto no meu coração. Do desejo passei para o planejamento, estudando como firmar o meu trono acima das estrelas de Deus e ser semelhante a Ele. Num determinado dia tentei realizar meu desejo, mas acabei expulso do Santo Monte de Deus. (Isaías 14:13,14; Ezequiel 28: 15-17)

O QUE DETONOU FINALMENTE A SUA REBELIÃO?
lúcifer: Quando percebi que Deus estava para criar alguém semelhante a Ele e, por consequência, superior a mim, não consegui aceitar o fato. Manifestei, então, os verdadeiros propósitos do meu coração. ([Isaías 14:12-14)

O QUE ACONTECEU COM OS ANJOS QUE ESTAVAM SOB O SEU COMANDO?
lúcifer : Eles me seguiram e também foram expulsos. Formamos juntos o império das trevas. (Apocalipse 12:3,4)

COMO VOCÊ ENCARA O HOMEM?
lúcifer : (com raiva) Tenho ódio da raça humana e faço tudo para destruí-la, pois eu a invejo. Eu é que deveria ser semelhante a Deus. (1Pedro 5:8)

QUAIS SÃO SUAS ESTRATÉGIAS PARA DESTRUIR O HOMEM?
lúcifer : Meu objetivo maior é afastá-los de Deus. Eu os estimulo a praticar o mal e confundo suas ideias com um mar de filosofias, pensamentos e religiões cheias de mentiras, misturadas com algumas verdades. Envio meus mensageiros travestidos, para confundir aqueles que querem buscar a Deus. Torno a mentira parecida com a verdade, induzindo o homem ao engano e a ficar longe de Deus, achando que está perto. E tem mais. Faço com que a mensagem de Jesus pareça uma tolice anacrônica, tento estimular o orgulho, a soberba, o egoísmo, a inimizade e o ódio dos homens. Trabalho arduamente com o meu séquito para enfraquecer as igrejas, lançando divisões, desânimo, críticas aos líderes, adultério, mágoas, friezas espirituais, avareza e falta de compromisso (ri às escaras). Tento destruir a vida dos pastores, principalmente com o sexo, dinheiro, ingratidão, falta de tempo para Deus e orgulho. (1Pedro 5:8; Tiago 4:7; Gálatas 5:19-21; 1 corintios 3:3; 2 Pedro 2:1; 2 Timóteo 3:1-8; Apocalipse 12:9)

E SOBRE O FUTURO?
lúcifer : (com o semblante de ódio) Eu sei que não posso vencer a Deus e me resta pouco tempo para ir ao lago de fogo, minha prisão eterna. Eu e meus anjos trabalharemos com afinco para levarmos o maior número possível de pessoas conosco. (Ezequiel 28:19; Judas 6; Apocalipse 20:10,15)

“COMO DIZ O ESPÍRITO SANTO: HOJE, SE OUVIRDES A SUA VOZ, NÃO ENDUREÇAIS OS VOSSOS CORAÇÕES.” (HEBREUS 3:7,8)

Publicado por Bispo Edir Macedo

O TEMPO



23 janeiro 2010


COMO SUPERAR OS MAUS PENSAMENTOS

TENHA ESPERANÇA!





Uma criança brincava na areia da praia no amanhecer de um dia, de repente uma onda se levantou e desmanchou o castelo que construía.

Na verdade a maré aumentou e a criança se assustou com aquilo, começando a correr sem destino...Ainda assustada com a onda que poderia pegá-la, fugiu para a região desértica onde o Sol era escaldante, a pouca água que carregava findava e a sede era mui grande, e o Sol a molestava demasiadamente com miragens...Fraca e sem forças partiu em mais uma fuga desesperadora e se abrigou no crepúsculo. Na tenebrosa noite e na escuridão da floresta em que via espantos noturnos, o pânico lhe tomou pois, como toda criança, se amedrontou com o escuro. Apavorada em estado de choque, aquela criança escondeu se num rochedo alto, que sem saída, mas ali isolada, era aonde sentia pouco mais segura de tantas situações que passou.

O Amanhecer de um novo dia numa praia, simboliza que a noite já passou e as lágrimas eram para cessar, no momento, aliviado e construindo na areia da praia um castelo e de repente foi estedesmanchado pela onda...

Assim tem acontecido na vida de muitos, constroem uma esperança em cada amanhecer, em que sonha em ser de paz e tranqüilidade, mas tem sido o contrário, porquanto a maré de provas tem aumentado e assolado. E assim, uma onda de dúvida muitas vezes nos pega...

"Será que vale a pena, tudo isso?
Não vou conseguir"

Essa dúvida nos joga numa região desértica aonde não encontramos nada além do Sol que esperávamos ser de Justiça mas que se tornou escaldante e a água, que simboliza a fé em nossos corações, está findando. Em mais uma fuga desesperadora se abrigou no crepúsculo, que simboliza insegurança, indecisão e fragilidade. Beirou no obscuro, enfraquecendo ainda mais na prova espiritual. Sobrou uma única saída que é se isolar de tudo e todos...Uma frieza de coração, desilusão de alma e uma depressão em sua mente são seqüelas que ficaram após tanto sofrimento.

Mas há uma saída! Há alguém que nunca vai deixar você sozinho, que nunca o rejeitará.

Por maiores que sejam seus problemas, angústias e dificuldades, Ele conhece tudo o que está acontecendo, e sabe do que você precisa. Há esperança para aquele que busca em Jesus Cristo uma nova vida!


Não importa o teu passado, nem as condições do presente momento. O Salvador de nossas almas disse: o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora.

Busque refugio em Jesus e sinta na sua alma a vida que Ele deu por você.
Ele só está à espera que você O convide a entrar na sua vida para a mudar por completo.
Coloque a sua vida nas mão de Jesus, Ele comandando a sua vida te conduzirá aos pastos verdejantes, não tenha medo, confie somente, pois ELE TE AMA MUITO!

DIA 31/01/10 O DIA DA HUMILHAÇÃO



No próximo dia 31/01/10 , em todos os templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), será ministrada uma reunião especial chamada “O Dia da Humilhação”. As pessoas que oram por uma causa ainda não atendida por Deus terão a grande oportunidade de, nesse encontro de fé, buscar a resposta que tanto esperam.

A humilhação é para obter uma resposta imediatamente… A resposta para Acabe, Ezequias e Manassés foi na hora. A fé também nos leva à humilhação, à vergonha, às lágrimas…”, disse o bispo Macedo durante a Reunião Especial dos Pastores e Obreiros, no dia 15 desse mês.

Muitos passam por problemas graves e são obrigados a administrá-los por meses, anos e até décadas; participam de correntes, agem a fé, mas não veem seus clamores serem atendidos no tempo que desejam. Quando Deus vai responder a uma súplica, Ele utiliza o critério da humildade.

“A gente sabe que a fé é agressiva, é ação, é atitude. Quando falamos para fazer uma oferta de sacrifício, esse sacrifício é uma manifestação de fé quando a pessoa derrama o seu coração no altar de Deus. Mas Ele viu a atitude de humilhação de Acabe, e essa atitude comoveu o coração dEle”, declarou.

É preciso se preparar para o Dia da Humilhação. Neste dia, faça uma carta relatando as suas dores, o que o deixa aflito, humilhado. Se puder, faça um jejum. O importante é o coração contrito. Essa atitude de fé é diferenciada das que a Igreja Universal tem promovido: agressiva e possessiva. Dessa vez, será apresentada toda a humilhação diante de Deus.

“Tenho certeza de que muito antes de seu pedido chegar ao altar, já terá a resposta. Não importa o que você fez, sua resposta será imediata”, declarou.

22 janeiro 2010


PORQUE HÁ SOFRIMENTO?


— Vó, por que as pessoas sofrem?
— Como é, minha neta?
— Por que as pessoas grandes vivem bravas, irritadas, sempre preocupadas com alguma coisa?
— Bem, minha filha, muitas vezes porque elas foram ensinadas a viver assim.
—Vó... Como é que as pessoas podem ser ensinadas a viver mal? Não consigo entender. Na minha escola a professora só me ensina coisas boas.
— É que elas não percebem que foram convencidas a ser infelizes, e não conseguem mudar o que as torna assim. Você não está entendendo, não é, meu amor?
—Não, Vovó.
— Você lembra da estorinha do Patinho Feio?
— Lembro.
— Então... o Patinho se considerava feio porque era diferente. Isso o deixava muito infeliz e perturbado. Tão infeliz, que um dia resolveu ir embora e viver sozinho. Só que o lago que ele procurou para nadar havia congelado e estava muito frio. Quando ele olhou para o seu reflexo no lago, percebeu que ele era, na verdade, um maravilhoso cisne. E, assim, se juntou aos seus iguais e viveu feliz para sempre.
— O que isso tem a ver com a tristeza das pessoas?
— Bem, quando nascemos, somos separados de nossa Natureza-cisne. Ficamos, como patinhos, tentando aceitar o que os outros dizem que está certo. Então, passamos muito tempo tentando virar patos.
— É por isso que as pessoas grandes estão sempre irritadas?
— É por isso! Viu como você é esperta?
— Então, é só a gente perceber que é cisne que tudo dará certo?
— Na verdade, minha filha, encontrar o nosso verdadeiro espelho não é tão fácil assim. Você lembra o que o cisnezinho precisava fazer para poder se enxergar?
—O que?
— Ele primeiro precisou parar de tentar ser um pato. Isso significa parar de tentar ser quem a gente não é. Depois, ele aceitou ficar um tempo sozinho para se encontrar.
— Por isso ele passou muito frio, não é, vovó?
— Passou frio, fome e ficou sozinho no inverno.
— É por isso que o papai anda tão sozinho e bravo?
— Não entendi, minha filha?
— Meu pai está sempre bravo, sempre quieto com a música e a televisão dele. Outro dia ele estava chorando no banheiro... Vó, o papai é um cisne que pensa que é um pato?
— Todos nós somos, querida. Em parte.
— Ele vai descobrir quem ele é de verdade?
— Vai, minha filha, vai. Mas, quando estamos no inverno, não podemos desistir, nem esperar que o espelho venha até nós. Temos que exercer a humildade e procurar ajuda até encontrarmos.
— E aí viramos cisnes?
— Nós já somos cisnes. Apenas temos que deixar que o cisne venha para fora e tenha espaço para viver e para se manifestar.
— Aonde você vai?
— Vou contar para o papai o cisne bonito que ele é!
A boa vovó apenas sorriu!


Nossa vida é assim, como essa historia de criança, muitas vezes vivemos infelizes porque não vivemos aquilo que somos, queremos ser como os outros são ou como os outros gostariam que nós fossemos. Seja você mesmo, faça aquilo que realmente gosta de fazer, verá que será mais feliz!

21 janeiro 2010

OLHA PRA MIM

FÉ ARROJADA


alto
A fé agradável a Deus é arrojada, mas jamais arrogante. Antes, tem como ingredientes a obediência e a humildade. Abraão foi o exemplo de fé.  Mas sua fé o justificou devido a sua obediência à Palavra Divina. Só os obedientes são humildes e os humildes são obedientes. Conclui-se, então, que a fé sobrenatural, inteligente, prática e que produz benefícios é acompanhada pela humildade.
Ai está a enorme diferença entre os reis Saul e Davi. Saul não foi humilde para obedecer a Deus. Sua desobediência custou-lhe a vida. No momento em que se viu apertado por uma situação de vida ou morte, preferiu se lançar sobre sua espada ao invés de buscar a compaixão Divina.  O mesmo aconteceu na zona sul do Rio de Janeiro. Um chefe de família, apertado pela situação econômica e não suportando a humilhação diante de seu círculo social, matou a mulher e duas filhas adolescentes e, em seguida, suicidou-se.
Davi era convicto que, por mais sujo e miserável que fosse, ainda assim poderia contar com a compaixão de Deus. Sua fé arrojada, mas humilde, o salvou.
A verdadeira humildade, a humildade de espírito, mantém aberta a porta de acesso ao Trono do Altíssimo.
Por conta disso, Ele promete: “Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos.” (Isaías 57.15)

Publicado por Bispo Edir Macedo

16 janeiro 2010

PASTORES AJUDAM NO TERREMOTO DO HAITI


5004
Na última terça-feira(12), um terremoto de 7 graus matou milhares de pessoas no Haiti.
Desde então, a igreja Universal do Reino de Deus estava sem noticias dos pastores que realizam o trabalho de evangelização naquele país.
Quinta-feira(14), em seu blog, Cristiane Cardoso informou que os pastores e esposas estão bem. Eles estavam evangelizando quando tudo aconteceu e por isso, não se machucaram!
Neste momento, estão trabalhando para ajudar as pessoas do Haiti…
Fonte: Conteúdo Universal

OS OLHOS



Havia uma garota cega que se odiava pelo fato de ser cega!!!
Ela também odiava a todos exceto seu namorado!!!
Um dia ela disse que se pudesse ver o mundo, ela se casaria com seu namorado. Em um dia de sorte, alguém doou um par de olhos a ela!!! Então o seu namorado perguntou a ela: Agora que você pode ver, você se casa comigo?
A garota estava chocada quando ela viu que seu namorado era cego!!! Ela disse: Eu sinto muito, mas não posso me casar com você porque você é cego!!! O namorado afastando-se dela em lágrimas disse:
Por favor, apenas cuide bem dos meus olhos, eles eram muito importantes pra mim...

Muitas vezes agimos assim como essa moça, não sabemos dar valor às pessoas que vivem ao nosso redor e as julgamos por sua aparencia, mas o verdadeiro amor não olha a preconceitos e nem a barreiras.
Medite, como você tem olhado as pessoas ao seu redor?

POR AMOR - CATEDRAL

SEM PALAVRAS

Sem palavras, a jovem artista expressa, com as mãos, a dor do povo ucraniano quando seu país foi invadido pelo sanguinário Hitler, que foi instrumento da igreja romana.

REUNIÃO COM BISPO MACÊDO PARA O MUNDO

12 janeiro 2010

O LAÇO AZUL



"Uma professora decidiu homenagear seus alunos do último ano colegial, dizendo a cada um deles a sua importância.
Ela chamou todos os alunos em frente à classe, um de cada vez. Primeiro, disse a eles como eram importantes para ela e para a classe. Então presenteou cada um deles com um laço azul com uma frase impressa em letras douradas:
"Eu sou importante".
Depois, a professora resolveu desenvolver um trabalho com a classe para ver que tipo de impacto o reconhecimento teria sobre a comunidade. Deu a cada aluno mais três laços e os instruiu para que saíssem e disseminassem a cerimônia de reconhecimento. Em seguida eles deveriam acompanhar os resultados, ver quem homenagear quem, e relatar à classe dentro de cerca de uma semana.
Um dos alunos foi até um executivo júnior de uma empresa próxima e o condecorou por ajudá-lo no planejamento de sua carreira. Então, deu-lhe dois outros laços e disse:
- Estamos fazendo um trabalho para a escola sobre reconhecimento, e gostaríamos que você procurasse alguém para homenagear, que o presenteasse com um laço azul, e que lhe desse outro laço para ela homenagear uma terceira pessoa, disseminando esta cerimônia de reconhecimento. Em seguida, por favor, procure-me novamente e conte-me o que aconteceu.
Mais tarde naquele dia, o executivo júnior procurou seu chefe, que, por falar nisso, era tido até então como um cara rabugento. Pediu ao chefe que se sentasse e disse-lhe que o admirava profundamente por ser um gênio criativo. O chefe pareceu muito surpreso. O rapaz, perguntou-lhe se aceitaria o laço azul como presente e se permitia que ele o colocasse. Seu chefe surpreso disse:
-Bem certamente
O executivo júnior pegou o laço de fita azul e colocou-o no paletó do chefe bem em cima do coração. Ao dar ao chefe o último laço disse:
-O senhor me faz um favor? Receberia este outro laço e o passaria adiante homenageando outra pessoa? O garoto que me deu o laço está fazendo um trabalho para a escola e queremos que esta cerimônia de reconhecimento prossiga, para descobrir como ela influência as pessoas.
Naquela noite, ao chegar em casa, o chefe procurou seu filho de quatorze anos e pediu que se sentasse. Ele disse:
-Hoje me aconteceu uma coisa incrível. Estava em meu escritório e um dos executivos juniores entrou, disse que me admirava e me deu este laço azul por me considerar um gênio criativo.
Então, ele prendeu este laço que diz "Eu sou importante" no meu paletó, bem sobre meu coração. Deu-me um outro laço e pediu-me que homenageasse uma outra pessoa. Esta noite, voltando para casa, comecei a pensar a quem homenagearia com este laço e pensei em você.
Quero homenagear você. Meus dias são muitos tumultuados e, quando chego em casa, não lhe dou muita atenção. Algumas vezes grito com você por não tirar boas notas na escola e por seu quarto estar uma bagunça, mas de qualquer forma, esta noite eu gostaria apenas de me sentar aqui e, bem dizer-lhe que você é importante para mim. Além de sua mãe, você é a pessoa mais importante em minha vida.
Você é um grande garoto e eu amo você.
O sobressaltado garoto começou a soluçar, e não conseguia parar de chorar. Todo o seu corpo tremia. Ele olhou para o pai e disse através de lágrimas:
-Papai, eu planejava cometer o suicídio amanhã, porque achava que você não me amava.
Agora não preciso mais.
VOCÊ É IMPORTANTE"
"Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem."
(Hebreus 11:1) RA

Mais do que Imaginei

"Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo. Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações"
(1 Pedro 1:3-6) RA

Coração a Coração - Marcelo Crivella

Wish you were her

O CAPIM


capim
No curso de Medicina, o professor se dirige ao aluno e pergunta:
“Quantos rins nós temos?”
“Quatro!” Responde o aluno.
“Quatro?” Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em tripudiar sobre os erros dos alunos.
“Traga um feixe de capim, pois temos um asno na sala”, ordena o professor a seu auxiliar.
“E para mim um cafezinho!” Replicou o aluno ao auxiliar do mestre.
O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala. O aluno era, entretanto, o humorista Aparício Torelly Aporelly (1895-1971), mais conhecido como o “Barão de Itararé”.
Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre:
“O senhor me perguntou quantos rins ‘nós temos’. ‘Nós’ temos quatro: dois meus e dois seus. ‘Nós’ é uma expressão usada para o plural. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim.”
A vida exige muito mais compreensão do que conhecimento. Às vezes, as pessoas, por terem um pouco mais de conhecimento ou ‘acreditarem’ que o tem, se acham no direito de subestimar os outros.
E haja capim!!!

FERNANDA BRUM ''ROMANTICA''``CLIP``O QUE DIZ MEU CORACAO

08 janeiro 2010

TE QUERO TANTO, TANTO TANTO TANTO.....




O Sábio e a Borboleta


blog08012010
Havia um pai que morava com suas duas jovens filhas, meninas muito curiosas e inteligentes.
Suas filhas sempre lhe faziam muitas perguntas.
Algumas, ele sabia responder, outras, não fazia a mínima ideia da resposta.
Como pretendia oferecer a melhor educação para suas filhas, as enviou para passar as férias com um velho sábio que morava no alto de uma colina.
Este, por sua vez, respondia todas as perguntas sem hesitar.
Já muito impacientes com essa situação, pois constataram que o tal velho era realmente sábio, resolveram inventar uma pergunta que o sábio não saberia responder.

Passaram-se alguns dias e uma das meninas apareceu com uma linda borboleta azul e exclamou para a sua irmã:
“Desta vez, o sábio não vai saber a resposta!”
“O que você vai fazer?” Perguntou a outra menina.
“Tenho uma borboleta azul em minhas mãos. Vou perguntar para o sábio se a borboleta está viva ou morta. Se ele disser que ela está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar para o céu. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la rapidamente, esmagá-la e, assim, matá-la. Como consequência, qualquer resposta que o velho nos der vai estar errada.”

As duas meninas foram, então, ao encontro do sábio, que estava meditando sob um eucalipto na montanha.
A menina aproximou-se e perguntou se a borboleta em sua mão estava viva ou morta.

Calmamente o sábio sorriu e respondeu:
“Depende de você. Ela está em suas mãos.”

Assim é a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro.
Não devemos culpar ninguém porque algo deu errado.
O insucesso é apenas uma oportunidade de começar novamente com mais inteligência.
Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos ou não.
Nossa vida está em nossas mãos, como uma borboleta azul.
Cabe a nós escolher o que fazer com ela, só a nós. Não deixe ninguém interferir nisso. Nunca!

Publicado por Bispo Edir Macedo

07 janeiro 2010

TE QUERO TANTO......

EU SOU DE JESUS (BIS)

CURIOSIDADES DO MUNDO - A Origem do Leão do Imposto de Rend


No final de 1979, a Secretaria da Receita Federal encomendou uma campanha publicitária para divulgar o Programa Imposto de Renda. Após análise das propostas, foi imaginado o leão como símbolo da ação fiscalizadora da Receita Federal e em especial do imposto de renda. De início, a idéia teve reações diversas, mas, mesmo assim, a campanha foi lançada.

A escolha do leão levou em consideração algumas de suas características:
1) É o rei dos animais mas não ataca sem avisar;
2) É justo;
3) É leal;
4) É manso, mas não é bobo.
A campanha resultou numa identificação pela opinião pública do leão com a Receita Federal e em especial com o imposto de renda. Embora hoje em dia a Receita Federal não use a figura do leão, a imagem do símbolo ficou guardada na mídia e na mente dos contribuintes.

Marketing Pessoal 10 Dicas




Funcionários dedicados e eficientes muitas vezes não conseguem uma promoção. Por quê? Porque eles estão fazendo tudo certo, mas estão esquecendo domarketing pessoal. Vamos então a uma listinha, dos 10 fatores que compõem o bom marketing pessoal:

Primeiro: liderança. Antes mesmo de ter um cargo, um funcionário pode influenciar seus colegas, muito mais do que é influenciado por eles. Ele se torna um formador de opinião, e empresas percebem isso rapidamente.
Segundo: solidariedade. Alguns funcionários param o que estiverem fazendo quando são consultados por seus colegas, sobre assuntos de trabalho ou mesmo que nada tenham a ver com o trabalho. Outros baixam a cabeça e só fazem o que têm que fazer.
O terceiro: visão. É alguém entender o que esta fazendo e porque está fazendo. E sugerir pequenas mudanças que podem melhorar o próprio trabalho e o trabalho dos colegas.
O quarto: espírito de equipe. É oferecer ajuda aos colegas, sem ser solicitado. E se preocupar com que o trabalho dos outros também saia bem feito.
O quinto: maturidade. É saber solucionar conflitos sem provocar mais conflitos. É saber apaziguar discussões entre colegas, e propor soluções que os outros consideram apropriadas.
O sexto: integridade. É fazer o seu trabalho sem prejudicar a ninguém. É não ser excessivamente ambicioso, nem querer atropelar quem aparece pela frente.
O sétimo: visibilidade. É se oferecer para fazer uma apresentação. É ser o primeiro a erguer a mão quando se precisa de um voluntário para uma tarefa. É se apresentar para compor um grupo de trabalho ou para ajudar a implantar um programa novo.
Oitavo: empatia. É saber elogiar o trabalho de um colega e reconhecer os méritos dos outros. Quem elogia é elogiado. Quem só critica sempre acaba sendo criticado.
Nono: otimismo. É conseguir enxergar o lado positivo de qualquer situação, principalmente daquelas que parecem ruins. É ser bem-humorado e aceitar eventuais críticas. Pessoas assim ajudam a criar um ambiente de trabalho saudável.
E décimo: paciência. É saber a hora certa de pedir uma oportunidade, ao invés de ficar reclamando que a empresa não dá oportunidades.
Quem tem no mínimo 7 desses 10 fatores, dificilmente deixa de decolar na carreira. Marketing pessoal não é criar uma imagem vazia. É, além de apresentar bons resultados, saber se sobressair sem ser chato e conseguirsimpatias sem ser puxa-saco.
Fonte: forum.angolaxyami.com

ORAÇÃO NO MONTE MORIÁ DEZ 2009

05 janeiro 2010




A 4ª arma do diabo


O diabo tem três armas para acabar com o homem e a mulher de Deus que estão ou querem ir para o altar. Porém, há mais uma que é fatal, e se o homem e a mulher de Deus não vigiarem, cairão por ela.

1. A primeira arma do diabo é colocar mulheres no caminho do homem de Deus, e homens no caminho da mulher de Deus. O diabo faz isso para enfraquecer o homem ou a mulher de Deus.
2. A segunda arma usada pelo diabo é até mesmo parecer que é uma benção de Deus, que é a prosperidade. O diabo faz isso para que a pessoa prospere e perca o brilho pela obra de Deus no altar, pois ele sabe que se aquela pessoa chegar ao altar ela irá arrebentar. Obs.: Temos que ter uma vida abençoada antes de ir para o altar sim, porém, sem perder o foco do que queremos, que é salvar almas.
3. A terceira arma é o orgulho, pois o diabo consegue cegar a pessoa, fazendo com que ela não perceba que é orgulhosa, pois um orgulhoso, na maioria das vezes, não sabe que é orgulhoso.
Agora vamos a nossa história para você descobrir qual é a 4ª arma usada pelo diabo para destruir os que fazem a obra de Deus.

Havia um pastor em uma igreja que tinha sucesso em tudo o que fazia. Tinha comunhão com Deus e andava em santidade, orando, jejuando e lendo a Bíblia. Aonde ele ia, desenvolvia o trabalho. E mais, muitas pessoas se convertiam, pois ali havia curas, milagres, etc.
O diabo, vendo isso, fez uma reunião no inferno e enviou o primeiro demônio, a Pomba-gira. E ela falou para o pastor: Eu vou te derrubar!
O pastor logo amarrou o que o demônio falou, orou, jejuou, leu a Bíblia, fortaleceu o seu casamento, e ela foi embora.
O diabo convocou mais uma reunião e resolveu mandar o Oxuavareza para encher os olhos do pastor de ambição material. Novamente, o pastor orou, jejuou, leu a Bíblia, sacrificou tudo o que tinha e o diabo caiu por terra.
Revoltado, o diabo enviou Oxuorgulho para encher o coração do pastor de orgulho próprio. Mas o pastor orou, jejuou, leu a Bíblia, e se humilhou diante de Deus. E, mais uma vez, o diabo caiu por terra.
O diabo viu que todas as suas tentativas tinham sido frustradas. Irado, resolveu mandar aqueles três demônios ficarem na igreja daquele pastor para ver onde ele errava. E para lá eles foram, só estudando e marcando os passos dele.
Um dia, os três demônios, ainda sem pegar nada que pudessem usar contra o pastor, viram outro demônio passar por aquela igreja. Vinha ele lá de longe, devagar, usando bengala, com uma aparência cansada. E os três demônios começaram a zombar dele. “Seu velho cansado, o que está fazendo por aqui?” E então perguntaram o nome dele.
Ele olhou de lado, abriu um sorriso lateral sarcástico e disse: “Meu nome? Eu sou o OXUTEMPO. E vocês, o que fazem por aqui?”
E os outros demônios lhe contaram sua missão e como tinham fracassado até agora. Daí, ele disse aos três, “Esperem que eu vou dar ordem quando vocês devem agir.” E disse mais: “Não tenham pressa, pois eu sei como trabalhar.” E aquele demônio sutilmente começou a agir.
Primeiro, tirou o tempo daquele pastor, enchendo sua agenda de coisas para fazer. Logo, ele não tinha mais tempo para jejuar, e enfraqueceu. Depois, tirou o tempo daquele pastor para não ler mais a Bíblia, e ele não mais ouviu a voz de Deus. E sem ouvir a voz de Deus, sua comunhão esfriou. Foi aí então que aquele demônio deu a ordem para os outros entrarem em ação. E, assim, aquele pastor que arrebentava, caiu.
O tempo é a 4ª arma usada pelo diabo para esfriar a fé dos que não perseveram. Às vezes, ele nos faz muito atarefados. Outras, ele até causa um falso senso de bem-estar, faz as lutas cessarem durante um tempo para que nós nos acomodemos na fé. E é assim que ele nos derruba.
Lembre-se sempre de onde você veio, de onde você saiu, e do que Deus fez na sua vida para sempre se manter na fé. O vencedor não é o que começa, mas sim o que termina.

Publicado por Bispo Edir Macedo


A OSTRA E A PÉROLA

"Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas."

Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou grão de areia.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia a penetra, ás células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola vai se formando.

Uma ostra que não foi ferida, de modo algum produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.

O mesmo pode acontecer conosco. Se você já sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém? Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas idéias já foram rejeitadas ou mal interpretadas? Você já sofreu o duro golpe do preconceito? Já recebeu o troco da indiferença?
Então, produza uma pérola !
Cubra suas mágoas com várias camadas de AMOR.

Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento.

A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, mágoas, deixando as feridas abertas e alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem.

Assim, na prática, o que vemos são muitas "Ostras Vazias", não porque não tenham sido feridas, mas porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor.

Um sorriso, um olhar, um gesto, na maioria das vezes, vale mais do que mil palavras.